Camisa da Holanda - Copa de 2010

Camisa da Holanda – Copa de 2010

Linda camisa laranja da Holanda, utilizada pelo time na Copa do Mundo de 2010, realizada na África do Sul.

Com esta camisa laranja, com faixas brancas laterais e detalhes pretos na gola e nas mangas, os holandeses chegaram à final da Copa do Mundo de 2010, feito que os próprios conseguiram realizar na Copa de 1974, quando a “Laranja Mecânica” foi derrotada para os donos da casa, os alemães, pelo placar de 2 a 1, e quatro anos depois, na Copa de 1978, quando mais uma vez os donos da casa, desta vez os argentinos, estragaram a festa dos europeus, vencendo-os por 3 a 1.

Em 2010, os holandeses fizeram uma ótima primeira fase e conseguiram 100% de aproveitamento, com 9 pontos conquistados em 3 jogos: vitórias sobre a Dinamarca (2 a 0), Japão (1 a 0) e Camarões (2 a 1).

Nas oitavas de final, foi a vez dos eslovacos caírem frente ao ótimo time holandês dirigido pelo técnico Bert van Marwijk: 2 a 1 para os batavos.

Chegaram as quartas de final e, assim como em 1974, 1994 e 1998, os holandeses encararam a Seleção Brasileira, invicta na competição, assim como a “Laranja Mecânica”. E desta vez, o Brasil sentiu a força holandesa. Liderados por um inspiradíssimo camisa 10 Wesley Sneijder, os europeus nos eliminaram do Mundial com uma virada por 2 a 1, dois gols do próprio Sneijder. Assim como em 1974, dávamos adeus a uma Copa pelos pés dos holandeses.

Nas semi-finais, outro time sul-americano caiu frente à força de Robben, Van Persie e companhia: o Uruguai, que fazia uma ótima campanha no torneio. A partida foi dramática e terminou 3 a 2 para a equipe do técnico Bert van Marwijk.

Antes da final, dia 11 de julho de 2010, uma coisa era certa: uma nova seleção entraria para o seleto grupo dos campeões do mundo. Holandeses e espanhóis mediriam forças no estádio Soccer City, em Joanesburgo. Pelo que demonstraram até o dia da finalíssima, a Holanda, juntamente com a Alemanha (que havia sido eliminada pelos espanhóis na outra semifinal), eram os times mais consistentes daquele torneio. Já a Espanha, que tinha como base o Barcelona, eram os atuais campeões europeus e estavam na sua primeira final de Copa.

O gol de Iniesta, faltando 4 minutos para o término da prorrogação, após um dramático empate em 0 a 0 durante 116 minutos de futebol, deu o título inédito de campeão do mundo aos espanhóis e, mais uma vez, a Holanda perdeu uma final de Copa, a sua terceira já disputada.

Veja os melhores momentos desta histórica final no vídeo ao final deste post.

Confira a galeria de fotos desta bela camisa.